Portugal/Geoinquietos-lisboa

From OSGeo
Jump to: navigation, search

História

A ideia de criar o grupo "geoinquietos-lisboa" surgiu durante as JIIDE 2107, em Lisboa, numa workshop sobre "Software Livre", como resposta a um apelo para maior envolvimento e participação das pessoas na comunidade FOSS4G. A marca "geoinquietos" começou em Espanha e extendeu-se à comunidade de língua Espanhola. Por uma afinidade linguística e geográfica, decidimos juntar-nos a esta comunidade, e aproveitar esta oportunidade para estreitar os laços com a comunidade FOSS4G de língua Espanhola.

O que são?

Os Geoinquietos são grupos de pessoas que se reúnem informalmente, para discutir tópicos relacionados com o software livre de informação geográfica. Os "geoinquietos-lisboa" é o primeiro grupo de geoinquietos em Portugal, mas esperamos que não seja o ultimo. A ideia é fortalecer a comunidade OSGeo de Portugal, de "baixo para cima", apostando nos capítulos locais, neste caso em Lisboa. Consideramos que é importante para a comunidade promover "espaços físicos" de encontro, complementando todos os "espaços virtuais" já existem (e.g.: mailing list, Gitter, Telegram, etc).

Convocatórias

Os encontros serão anunciados na pagina de meetup do grupo, e são abertos a qualquer pessoa que tenha interesse na aplicação ou desenvolvimento de software livre, no contexto da informação geográfica, seja a nível profissional ou amador.

Lugar de encontro

Como o nome indica, os encontros terão lugar na região de Lisboa, num local a definir, que pode variar de reunião para reunião. Quando possível, da-se preferência a um espaço que disponibilize um retroprojetor, já que isso possibilita fazer apresentações. A busca de um espaço para reuniões cabe aos organizadores, ainda que qualquer pessoa/entidade possa oferecer-se para acolher uma reunião dos geoniquietos-lisboa.

Em que consiste uma reunião?

As reuniões dos geoniquietos não teem uma estrutura formal, mas assentam em duas componentes muito importantes:

  • o carácter didático, trazido pelas apresentações/workshops através das quais se procura promover a transferência de conhecimento.
  • o carácter social, trazido pelas conversas e trocas de impressões (muitas vezes acompanhadas de cervejas, ou "geobirras"), através do qual se procura construir uma comunidade coesa.

Não é obrigatório seguir estes dois tempos em cada reunião, ainda que seja uma "formula" recomendada, tanto pelo sucesso que tem tido noutros geoniquietos, como em outro tipo de grupos (por exemplo: data beers). Qualquer pessoa pode propor fazer uma apresentação nos "geoniquietos-lisboa", bastando para isso mandar um email aos organizadores. Uma apresentação tanto pode ser partilhar uma experiência de um caso de uso de software livre, como uma demonstração de uma determinada tecnologia. Não existe nível técnico "máximo" nem "mínimo" para fazer uma apresentação, nem existe um limite de tempo máximo ou mínimo, para alem dos limites impostos pela duração da reunião. Não é obrigatório o uso de slides, e se assim o desejarem, as pessoas também são encorajadas a fazer apresentações "espontâneas", durante a reunião.